quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

“Você tem que se tratar”, diz Lula irritado com pergunta de repórter do Estadão

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se irritou com a pergunta do repórter Leonencio Nossa, do jornal O Estado de S.Paulo, enquanto participava do fechamento simbólico da primeira de 14 comportas da Usina Hidrelétrica Estreito, no Maranhão, na terça-feira, 30 de novembro. Questionado se sua visita ao Maranhão seria um agradecimento à "oligarquia Sarney" nos oito anos de seu governo, Lula respondeu que a pergunta era preconceituosa e disse que o repórter deveria “se tratar”.
"Uma pergunta preconceituosa como esta é grave, para quem está oito anos cobrindo Brasília. Demonstra que você não evoluiu nada. É uma doença. O Sarney colaborou muito para a institucionalidade. Eu não sei por que o preconceito. Você tem de se tratar. Quem sabe fazer psicanálise, para diminuir um pouco esse preconceito", respondeu o presidente.

Logo, a governadora Roseana Sarney interferiu."É preconceito contra a mulher. Eu fui eleita governadora do Maranhão para tomar conta do povo." Lula completou. "Sarney não é o meu presidente. Ele é o seu presidente do Senado, ele é o presidente do Senado deste País. Eu lamento que não tenha tido evolução (da imprensa)."

O presidente disse que os políticos eleitos devem ser respeitados."Se você tiver que fazer algum protesto você vai para o Amapá, porque foi lá que o povo elegeu Sarney. E vai para São Paulo, porque o povo elegeu Tiririca. Na medida que a pessoa é eleita e toma posse, ela passa a ser uma instituição e tem que ser respeitada", afirmou.

As informações são do Estadao.com.br

Fonte: Comunique-se

Nota do Editor: Lulinha...aqui ó...há...há...há...há...há...há...há.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente livremente, mas sem abusar do critério da livre escolha de palavras. Assuntos pessoais poderão ser excluídos. Mantenha-se analítico e detenha-se ao aspecto profissional do assunto em pauta.