segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Escolas e alunos da rede municipal em Nova Friburgo arrecadam mais de R$ 30 milhões em notas fiscais

Campanha Cidadão Nota 10, do Governo Municipal, por meio da Secretaria de Educação, teve por objetivo promover e incentivar a ação cidadã de pedir a nota fiscal

Uma solenidade com direito a prêmios e homenagens marcou o encerramento da Campanha Cidadão Nota 10, na tarde desta quarta-feira (31 de outubro), no auditório do Centro Administrativo do Governo Municipal (prédio da OI). Lançada pelo Governo Municipal, por meio da Secretaria de Educação, a iniciativa teve por objetivo premiar unidades escolares municipais e alunos que mais promoveram e participaram da ação cidadã de arrecadar impostos, isso por meio do simples ato de solicitar a nota fiscal de produtos ou serviços consumidos na cidade. Além disso, a campanha teve como mote inicial o fato de 25% dos impostos arrecadados em Nova Friburgo serem destinados ao orçamento da Educação Municipal, ou seja, a exigência da nota fiscal se traduz em benefícios para as escolas e estudantes do Município.

As unidades vencedoras foram a Escola Municipal Jardel Hottz (Braunes) e o Centro Municipal de Educação Infantil Princesa Izabel (Vale dos Pinheiros), que além de certificados, receberão benfeitorias que podem chegar a R$ 50 mil por unidade. Já as alunas vencedoras em arrecadação foram Taís Castro, na modalidade creche e Flávia Ribeiro, na modalidade escola. Cada uma recebeu um microcomputador portátil doado pelo Rotary Clube de Nova Friburgo, que esteve representado pelo presidente da instituição, João Luigi Pasquale Martire. “A campanha foi muito importante porque conseguiu aproximar a educação de crianças e jovens à área fiscal. Lembro que sempre estaremos à disposição, com tudo o que estiver ao nosso alcance, para apoiarmos ações desse tipo, tão importantes para os jovens como para toda a nossa cidade”, afirmou Luigi Martire.

Para a apuração do montante de notas arrecadadas pelas unidades, e alunos vencedores, foi levado em conta dois grupos distintos que concorreram isoladamente: creches e pré-escolas (com atendimento exclusivo à Educação Infantil), e escolas. Foi considerada a soma total dos valores arrecadados em notas, respeitadas as proporções do número total de alunos matriculados em cada unidade escolar. As regras que regeram a campanha foram estabelecidas em um regulamento, divulgado junto à campanha.

Para implementar uma efetiva arrecadação fiscal no Município não é necessário apenas sobretaxar os munícipes. É possível encontrar soluções criativas para tal, como fez a Campanha Cidadão Nota 10, conforme afirmou o prefeito Sérgio Xavier. “Essa campanha nasceu dentro da Secretaria de Educação, durante a nossa gestão, e permitiu que se incentivasse a cobrança da nota fiscal de forma criativa e acima de tudo didática. A campanha prova que, de lugares de onde menos se espera ou imagina, o Município pode contar com uma força poderosa, que é a da Educação, por meio das crianças e jovens. Isso de maneira a incentivar a formação de futuros cidadãos responsáveis e com senso de participação nos negócios da nossa cidade”, enfatizou o prefeito Serginho.

O secretário Municipal de Educação, Ricardo Lengruber, em seu discurso, fez questão de agradecer o empenho de todos que se envolveram no planejamento e execução da campanha e lembrou que a ação mostrou que é possível se avançar como sociedade, como cidadão, para a promoção de serviços públicos melhores, mais eficientes, isso por meio da Educação. “De todos os problemas que a pasta da Educação possui, o mais grave sem dúvida é de ordem orçamentária. Assim, precisamos arrecadar mais e investir mais, não só em Educação, mas em todas as outras áreas. E daí surgiu a ideia da campanha. Se pedirmos a nota fiscal, garantimos que parte do valor beneficiará de forma direta a Educação”, explicou o secretário.

Por meio da Campanha Cidadão Nota 10, foi possível estimular a educação para a cidadania, além de proporcionar maior conscientização sobre a importância de se pedir a nota fiscal para todos os produtos e serviços que são consumidos. E o melhor, além dos alunos, os pais e as comunidades envolvidas também puderam participar do ato cidadão de controlar e direcionar os impostos que são arrecadados, permitindo assim uma maior sensação de pertencimento e ação em prol de toda a sociedade. Com os números expressivos de arrecadação de notas, foi possível perceber que por meio da educação é possível aumentar as fontes de financiamento do serviço público, em geral, e da Educação, como foi o caso da Campanha Cidadão Nota 10.

Segundo o futuro prefeito eleito de Nova Friburgo, Rogério Cabral, que tomará posse em 1o. de janeiro de 2013, a iniciativa do atual prefeito, Sérgio Xavier, junto com o secretário de Educação, foi uma ação empreendedora e muito positiva para o Município. “É fundamental que os jovens sejam incentivados a solicitar a nota fiscal. Essa é uma forma de se melhorar a arrecadação fiscal do nosso Município, e trabalhar com a legalidade de todo o comércio e estrutura do nosso Município. Por isso estou aqui hoje, para dar nota 10 ao projeto e ao prefeito Sergio Xavier. Lembrando que a Educação e a Saúde serão prioridades do nosso governo a partir de janeiro do ano que vem”, afirmou Rogério Cabral.

Campanha Cidadão Nota 10 em números

Dos 18.222 alunos da Rede Municipal de Ensino de Nova Friburgo, 15.449 estudantes participaram efetivamente da campanha, ou seja, 85% dos alunos se engajaram no projeto, isso em 28 creches e 57 escolas, das 130 unidades que o Município possui. A conscientização dos alunos, familiares, comerciantes e prestadores de serviço deu certo e somou uma arrecadação de notas fiscais que quase chegou a R$ 31 milhões.

Quantidade não faz a diferença, mas sim a vontade de ser cidadão

Para efeito de apuração, foi computado um índice entre o total arrecadado e o número de estudantes de cada unidade, e para a surpresa de todos, a Escola Municipal Luiz Fonseca (em Janela das Andorinhas), com apenas nove alunos matriculados, ficou em segundo lugar em arrecadação, mostrando que quando há estímulo e boa vontade, os resultados são mais do que alcançados, eles são superados.

Fonte: Secom Prefeitura

Secretaria de Serviços Públicos e iniciativa privada concluem reforma geral da Capela São João Batista

Depois de quase oito anos sem qualquer intervenção e sete meses fechada e interditada pela Defesa Civil de Nova Friburgo, a Capela Mortuária do Cemitério São João Batista é reinaugurada. As obras de reforma ficaram em torno de 30 mil reais e foram realizadas graças a uma parceria entre o poder público e a iniciativa privada. As benfeitorias englobam a recuperação total do telhado, forro, iluminação, colocação de pisos na parte externa e pintura.

A reinauguração aconteceu na tarde da última quarta-feira, 31 de outubro, e estiveram presentes os secretários de Serviços Públicos, Roberto Torres; de Esportes, Renato Satyro; de Ordem Urbana, cel. Hudson de Aguiar Miranda; além do prefeito Sérgio Xavier, que destacou a importância das parcerias e a recuperação da credibilidade do governo municipal, “temos de destacar e agradecer as parcerias que estão ocorrendo com a iniciativa privada em diversos setores da administração municipal porque em alguns casos só conseguimos sucesso através delas, como é o caso do PAF” – (de propriedade do senhor Manuel Teles Cordeiro), disse.

O prefeito lembrou ainda que desde quando assumiu o governo municipal, há quase um ano, uma de suas primeiras ações foi rever a concessão dos serviços e a retomada da administração dos cemitérios da cidade, com isso, as taxas de alguns serviços dos cinco municipais (São João Batista, Trilha do Céu, Campo do Coelho, Riograndina e São Pedro da Serra) tiveram redução de mais de 80%.

De acordo com o Gerson Pinheiro Geraldes, gerente da Divisão de Cemitérios, “a capela foi construída a cerca de 50 anos e esta foi a primeira vez que o telhado foi reformado e há oito não passava por nenhum tipo de reforma”, revelou.

Fonte: Secom Prefeitura

domingo, 11 de novembro de 2012

Defesa Civil de Nova Friburgo reúne Comitê de Comunicação

O Comitê de Comunicação da Defesa Civil de Nova Friburgo, em parceria com o Conselho Municipal de Desenvolvimento de Nova Friburgo, reuniu-se na manhã de segunda-feira, dia 5, no Salão Azul da Prefeitura. Participaram o secretário de Defesa Civil, Tenente Coronel bombeiro João Paulo Mori; o comandante do 6º Grupamento de Bombeiro Militar, coronel Luiz Emmanoel Palência; a Assessora de Comunicação Social da Prefeitura, Janayna Saade; membros do CODENF, Jorge Maciel e Janimary Pecci; e representantes dos órgãos de comunicação da cidade.

Durante a reunião foram atualizados os contatos da imprensa local, sugerido um Protocolo de Cooperação a ser assinado no dia 12 de novembro, assim como sugestões de spots e VTs a serem vinculados na imprensa quando determinado pela Defesa Civil. O material a ser produzido tem como objetivo informar à população sobre os estágios de alertas e a respeito de um grande simulado que acontecerá em Nova Friburgo na manhã do dia 29, uma quinta-feira.

Durante o simulado do dia 29, segundo a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros, será o momento de colocar em prática tudo que foi estudado durante os simulados, de mesa e nas comunidades, realizados em meses anteriores. Apesar da ação iniciar no centro de Nova Friburgo, às 9 horas, o simulado se concentrará em Córrego D’Antas e Campo do Coelho, tendo como ponto de apoio o Colégio Estadual Eduardo Breder. Voluntários se passarão por vítimas fictícias para demonstrar como as pessoas devem ser socorridas e transportadas via terra ou ar, ocasião em que haverá possivelmente um helicóptero, ambulâncias e máquinas nas localidades.

Durante a reunião, o coronel Mori também comunicou à imprensa que no próximo dia 23, sexta-feira, às 18h, será realizada audiência pública na Câmara Municipal, para tratar dos eucaliptos da Praça Getúlio Vargas, pois há previsões de ventos fortes no verão, devido às mudanças climáticas na região.

Protocolo de avisos da Defesa Civil

A Assessora de Comunicação da Prefeitura, Janayna Saade, apresentou durante a reunião a minuta do protocolo de avisos da Defesa Civil. O documento leva em consideração a necessidade de padronizar os avisos a serem divulgados à população durante os estágios de alerta e alerta máximo emitidos pela Defesa Civil no município de Nova Friburgo, pois a falta de padronização dos avisos pode levar à disseminação de boatos e à sobrecarga dos serviços de recepção de pedidos de socorro (telefones 199 e 193), além de outros canais de comunicação.

ESTÁGIO DE VIGILÂNCIA/NORMALIDADE – É o período normal, não havendo necessidade de avisar a população. Porém, no caso de estágio de ALERTA/ALERTA MÁXIMO será usado sempre o retorno para NORMALIDADE/VIGILÂNCIA.

ESTÁGIO DE ATENÇÃO - A Defesa Civil entrará em estágio de atenção quando for atingido o índice de 40 milímetros de chuva em 1 hora ou 100 milímetros em 24 horas em qualquer dos pluviômetros oficiais existentes no município. O ESTÁGIO DE ATENÇÃO será informado pela Defesa Civil à Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura para divulgação, para que seja emitida nota à imprensa em geral, seja por e-mail, telefone, ou mesmo um SMS específico. Neste estágio não serão veiculados spots e VTs.

ESTÁGIO DE ALERTA E ALERTA MÁXIMO/CRÍTICO – A Defesa Civil entrará em ESTÁGIO DE ALERTA quando for atingido o índice de 100 milímetros de chuva em 24 horas em qualquer dos pluviômetros oficiais existentes no município ou quando houver algum motivo relevante a critério da Secretaria de Defesa Civil; e o ALERTA MÁXIMO quando o índice for superior a 100 milímetros. O ESTÁGIO DE ALERTA será comunicado ao Prefeito municipal e secretariado, e à Assessoria de Comunicação Social para divulgação pela imprensa; nesses casos serão veiculados os spots e VTs.
  Fonte: Secom Prefeitura

Nova Friburgo na etapa Sudeste dos Jogos dos Trabalhadores do SESI

Depois da fase estadual, em Resende-RJ, próxima etapa será disputada em Uberlândia-MG.

Depois da fase estadual, disputada na Unidade Operacional do SESI do município de Resende-RJ, em fins de outubro, a próxima etapa dos Jogos dos Trabalhadores é a Fase Sudeste, que será realizada na cidade mineira de Uberlândia. A competição acontece de 29 de novembro a 02 de dezembro. Os atletas e equipes que se classificarem nesta fase estarão automaticamente nos Jogos Nacionais do Trabalhador que serão realizados no Rio de Janeiro, no ano que vem. A realização dos Jogos dos Trabalhadores é uma iniciativa do Sistema FIRJAN por meio do SESI.

Quatro empresas levaram o nome de Nova Friburgo para a disputa estadual; três delas garantiram a participação na próxima etapa competição: Thurlerflex, Lucitex e Stilluys Semi-Joias. A NFP/Torrington obteve o 3º lugar no futebol society Seven Master, mas não se classificou para a próxima fase.

A Thurlerflex, representada pelo atleta Roberto da Cruz Silva, no atletismo, obteve o 1º lugar na corrida de 800m e 2º lugar na corrida de 3.000m. A Lucitex ficou em 1º lugar no vôlei feminino e em 3º no futsal feminino. Na corrida de 100m feminino, a Lucitex ficou em 1º lugar, sendo representada pela atleta Kelly Ignácia Martins.

Já a Styllus Semi-Joias ficou em 3º lugar no vôlei masculino e também em 3º lugar no futsal masculino. Na corrida 100m masculino 30+, representada pelo atleta Cristiano Estefan Canto, a Stillus Semi-Joias ficou com o 3º lugar.

Fonte: Marcia Savino
Assessoria de Imprensa - Sistema Firjan

Empresa recorre ao braço forte para empacar decisões de prefeitura serrana

A Prefeitura de Nova Friburgo informa que tem conhecimento da situação do crematório de resíduos que vem poluindo os ares da cidade. A fim de informar a população sobre o funcionamento deste crematório, a PMNF apenas concedeu o alvará de funcionamento sob licença ambiental cedida pelo Inea (Instituto Estadual do Ambiente).


Percebendo os danos causados ao meio ambiente da cidade, a PMNF embargou o crematório, porém os responsáveis conseguiram uma liminar de funcionamento. O alvará de funcionamento em vigor está perto do seu encerramento e, em virtude dos danos ambientais e descumprimento do acordado, esse alvará não será renovado, o que implicará no seu fechamento.

Fonte: Secom Prefeitura

Nota do Editor: Texto com adaptações (principalmente na manchete)

Aprovada lei que protege artistas friburguenses

O secretário de Cultura de Nova Friburgo, David Massena, comemora a aprovação de duas leis pela Câmara Municipal de Nova Friburgo, por unanimidade, no último dia 6 de novembro, (e já há uma terceira encaminhada) que são: a lei que rege o Sistema Municipal de Cultura e a Lei do Artista de Rua, que os protegerá. Segundo David, essas eram antigas questões que preocupavam muito os artistas friburguenses e a lei do Sistema Municipal de Cultura legitima o Conselho Municipal de Políticas Culturais, que é formado por setoriais artísticos com representantes da dança, artes plásticas, música, teatro, sociedade civil, entre outros, dando poderes deliberativos e normativos, a lei regulamenta ainda o Fundo Municipal de Cultura.

Agora, a cultura, no município, terá maior poder e abrangência, sem estar atrelada a projetos pessoais, dando vez aos projetos coletivos, que são políticas públicas, e tudo será deliberado a partir do Conselho Municipal, que terá o papel de avaliar, fiscalizar e aprovar ou não. Essa lei, diz David, protegerá as instituições, os artistas e garantirá acessibilidade aos projetos culturais, aos eventos culturais, aos equipamentos culturais, propiciando a liberdade de expressão através da arte, além de assegurar que o dinheiro público seja gerido através de editais públicos para a apresentação de projetos, o que garante total transparencia da gestão da Cultura. A partir dessa lei, disse Massena, o Conselho terá empoderamento, junto com a classe artística e a sociedade civil que tomarão as rédeas dos destinos culturais da cidade, seja ele ligado ao Patrimônio Histórico (material ou imaterial), seja ele ligado às artes, em geral, e suas manifestações, tradições e memória.

Segundo David, o prefeito Sérgio Xavier foi um dos grandes incentivadores para que a redação da lei fosse resultado da união da secretaria com o conselho. Essas leis, diz David, se fortaleceram com o trabalho coletivo, quando Flávio Aniceto, consultor do Ministério da Cultura foi trazido pela Secretaria de Cultura a Nova Friburgo, para um encontro com o Conselho, com o objetivo de falar sobre o Sistema Nacional de Cultura. Nova Friburgo, acrescenta o secretário, é o quinto município do Estado do Rio a ter o seu Sistema Municipal, o que afiança representação junto ao Ministério da Cultura.

Fonte: Secom Prefeitura

Praça Getúlio Vargas será interditada para poda de eucaliptos

O coordenador de Patrimônio Material e Imaterial da Secretaria Municipal de Cultura, Luiz Fernando Folly, informou que foi realizada uma reunião de estudo, no último dia 06 de novembro, para avaliar como será feita a poda das árvores da Praça Getúlio Vargas, com a presença da Defesa Civil, bombeiros, Energisa, Secretaria de Meio Ambiente, Secretaria de Cultura, onde foram citadas as cartas patrimoniais. A "Carta de Florença" é um documento que rege internacionalmente jardins e sítios históricos, onde há dois artigos muito claros que dizem que quando a vegetação causar algum perigo para a população ou a para a própria manutenção dos jardins históricos, você tem a possibilidade de fazer fechamento do bem, para evitar qualquer problema não só para o próprio bem, como também para os transeuntes. Então, está sendo estudado como será feito o fechamento para se fazer essa poda o mais breve possível.

O maior problema é que não há condições de se fazer poda em período de chuva, pois a motosserra quando trabalha numa madeira molhada costuma causar acidentes para quem a manuseia. Então, disse Luiz, a ideia é esperar o tempo firmar um pouco mais para que isso seja feito. Pelo que foi dito na reunião, em que se fez um primeiro levantamento de 14 eucaliptos que deverão ser abatidos ( esse número pode ser maior ou menor), essas sofrerão um corte mais radical, pois oferecem um risco iminente e as outras apenas podadas. Hoje há em torno de 150 eucaliptos na praça, diz Folly, e esse trabalho não vai ser feito de uma vez só. A ideia é que essa poda seja feita agora, antes que comece o período das chuvas. Seguindo Luiz Fernando, o secretário geral da Prefeitura, André Guedes, está fazendo de tudo para agilizar o processo, agora, a questão é a falta de equipamento e falta de pessoal para esse trabalho, porque as árvores são muito grandes (quase 30 metros de altura) e é bastante complexo fazer a poda.

Cada árvore é uma árvore específica e a discussão maior, diz Luiz Fernando, é que o eucalipto faz parte da história de Nova Friburgo, então é muito complexa a alteração deles, pois alguns datam de 140 anos e outros são muito novos. Então, é preciso criar uma maneira em que a prefeitura saiba o que fazer, mas é preciso respeitar a idade da árvore e como ela deve ser manejada.

Nessa reunião pensou-se em fazer a interdição total ou parcial da praça e diante da "Carta de Florença", há a possibilidade de fechamento do local, o que hoje penso que é um atitude sensata o fechamento do entorno, porque mesmo em dias de chuva e vento as pessoas passam por ela, o que deveria ser evitado. O fechamento, conclui Folly, dará mais segurança.

Fonte: Secom Prefeitura

Secretaria de Cultura busca parceria para restaurar peças de arte na Praça Dermeval Barbosa Moreira

A Secretaria Municipal de Cultura de Nova Friburgo busca parceria com a iniciativa privada para restaurar as estátuas Quatro Estações que enfeitam os jardins da Praça Dermeval Barbosa Moreira, um dos locais turísticos mais movimentados no centro da cidade. O secretário da pasta, David Massena, informou que a cabeça da estátua Verão foi retirada porque estava sendo vandalizada, “por isso, resolvemos retirá-la e por medida de precaução, está sob a guarda da secretaria. Seria importantíssimo e um grande presente para Nova Friburgo conseguir uma parceria para restaurar estas belíssimas obras”, disse.

Esculpidas em mármore carrara, segundo Luiz Fernando Folly, coordenador do Patrimônio Material e Imaterial do Departamento do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural da Secretaria Municipal de Cultura, ”ao que tudo indica essas estátuas são obras do escultor francês Mathurin Moreau, do início do século XIX, embora usasse o ferro ou o bronze em seus trabalhos. Essas obras de arte são peças com valores culturais muito altos e, devido a esse fato, devem ser restauradas e recolocadas em local de difícil acesso aos vândalos”, concluiu.

Já os restauradores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que analisaram as peças, Leandro Fosse e José Carlos Gomes dos Santos, informaram que esta missão é “um trabalho de pesquisa bem meticuloso, que levaria cerca de seis meses para ser concluído porque tem que avaliar o uso de novas tecnologias, conhecer o melhor tipo de substâncias que sejam compatíveis com o material que é muito nobre”, explicou Leandro.

Fonte: Secom Prefeitura

BREVE: NOVA FRIBURGO REALIZA A 10ª FEIRA DA TERRA

Desde 2010 representando a região com produtos oriundos da agricultura familiar, do artesanato local e das iniciativas empreendedoras de caráter ambiental, a Feira da Terra será realizada nos dias 16, 17 e 18 de novembro, em São Pedro da Serra, Nova Friburgo, região serrana do Rio de Janeiro. O evento, que utiliza conceitos como agroecologia e economia criativa, aliados a expressões da cultura popular, tem um novo formato nessa edição. Produtos orgânicos, troca de sementes, artesanato, música, dança, oficinas, rodas de conversas, espaço das crianças, práticas alternativas à saúde, alegria e descontração fazem parte do cardápio do evento. A idéia é trazer informações, novidades e troca de conhecimentos, e com isso, contribuir para uma melhor qualidade de vida das pessoas.

Realizada pelo Coletivo Feira da Terra, o evento Feira da Terra tem como principal objetivo, a divulgação do trabalho de produtores, artesãos e artistas da região, para trazer geração de renda e alternativas de escoamento dessa produção, além, claro, de proporcionar momentos de descontração para toda a família que busca uma vida na sua melhor expressão. Nessa edição – agora com três dias de atividades – as barracas serão produzidas pelo Instituto Pindorama com iluminação LED, com novidades na programação.

Entre as principais atrações, estão Musik Fabrik, Jander Ribeiro & Rodrigo Garcia, a trupe Grandes Seres da Montanha, Família Clou e a Fundação Kokopelli. Grandes Seres da Montanha é uma das atrações culturais que vai garantir a programação divertida da feira. A trupe é de circo e resgata do folclore brasileiro umas das mais expressivas formas simbólicas - o circo-teatro. Um espetáculo para qualquer idade, contada com uma linguagem irreverente e atual.

A Fundação Kokopelli - organização francesa sem fins lucrativos - possui como finalidade a venda de sementes crioulas (sementes conservadas por famílias agricultoras) aos países desenvolvidos para estar em condições de doar sementes e conhecimentos de agroecologia aos países em desenvolvimento. Possui como programas principais a doação, a promoção de oficinas e a criação de banco de sementes. Durante a Feira da Terra, a Kokopelli estará promovendo uma troca de sementes crioulas com os participantes do evento em São Pedro da Serra.

A feira será montada na pracinha charmosa de São Pedro da Serra - Praça João Heringer – com barracas de bambu padronizadas para a venda dos produtos e tendas. Entre tantas novidades, está o Espaço da Cura, reservado às práticas alternativas para cuidar da saúde e serviços de prevenção. A Feira da Terra pretende resgatar e valorizar a sabedoria dos povos que vivem na região, com suas receitas caseiras e produtos artesanais, assim como incentivar as práticas de consumo mais sustentáveis, através da aquisição de alimentos agroecológicos. Reconhece os vínculos de confiança entre as partes, quando a venda é feita direta do produtor. De acordo com as estações cíclicas da natureza, a Feira da Terra tem sua periodicidade baseada nas épocas de plantio e colheita, o que garante um evento por cada estação do ano.

Os interessados em acompanhar a produção do evento podem acessar o site ‘www.feiradaterra.org’.

Fonte: Nai Frossard

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Campanha promocional para alavancar o comércio e o turismo de Nova Friburgo

Unidade para o fortalecimento

Governo municipal e iniciativa privada planejam campanha para estimular o comércio e turismo nesse fim de ano

Representantes de vários segmentos de Nova Friburgo planejam campanha para fomentar as vendas do comércio e o turismo nesse fim de ano. Na quarta-feira, 17, na sede do SINDVEST, na Rua Ariosto Bento de Melo, foi realizada reunião de planejamento, em que participaram o presidente do Sindicato Patronal do Vestuário, Marcelo Porto; o vice-presidente da TurisRio, Nauro Ghres; a presidente da Firjan – Nova Friburgo, Nelci Layola; Fernanda Gripp, gerente regional do Sebrae-NF; Flávio Stern, do Convention & Visitours Bureau; Bráulio Rezende, da Câmara de Dirigentes Lojistas; Valéria Lattanzi (Fábrica de Ideias); os secretários municipais Carlos Boueke (Planejamento), Janayna Saade (Comunicação Social), a subsecretária Mabel Póvoa (Turismo), entre outros.

Segundo Nauro, “é preciso que a imagem de Nova Friburgo seja associada aos atrativos turísticos em que a cidade sempre foi conhecida, como região de bons hotéis, restaurantes, clima, e o espírito hospitaleiro do friburguense”, afirmou.

Marcelo Porto, por sua vez, disse que “a iniciativa de unir vários segmentos da sociedade para pensar e planejar uma campanha para fomentar a economia e o turismo da cidade é sinal da força de seu povo”.

“Apesar do curto espaço de tempo, as pessoas demonstraram entusiasmo com a possibilidade de alavancar o comércio e o turismo local. A campanha que será produzida trará também um conceito de mostrar a imagem da cidade para o turista, uma imagem positiva que mostre como Nova Friburgo é bonita, com todo o esplendor de sua natureza, clima e hospitalidade de seu povo”, afirmou Janayna Saade.

Recentemente, o governo municipal realizou um seminário sobre Inovação e Sustentabilidade, em parceria com o Sebrae e o Convention & Visitors Bureau, no qual os temas - inovação e sustentabilidade - mostraram a importância da sustentabilidade e da inovação como ferramentas de competitividade e mudança na área de turismo, assim como as atitudes frente às novas tecnologias, a inovação organizacional, a inovação no marketing e nos serviços e sobre novos modelos de negócios e TIC (tecnologia da informação e da comunicação).

“Cooperar para competir” foi a expressão da vez, que reflete bem o espírito e a motivação desse grupo no planejamento da campanha de fim de ano em Nova Friburgo, e a importância, cada vez mais, da unidade para o fortalecimento e vivência neste mercado competitivo.

Fonte: Secom Prefeitura

Prefeitura de Nova Friburgo empenha-se para manter o concurso público de 2007

Conforme divulgado recentemente, por determinação do Prefeito Sérgio Xavier, a Procuradoria Geral do Município manteve contato com o Sindicato dos Profissionais da Educação visando à celebração de acordo para manter na íntegra o Concurso Público de 2007.

No dia 19 de outubro de 2012 (sexta-feira), foi realizada reunião entre membros da Procuradoria Geral do Município e do Sindicato dos Profissionais da Educação.

Na referida reunião, o Sindicato demonstrou seu total interesse na celebração de acordo (transação) e deixou claro que o seu objetivo jamais foi o de anular o concurso público, mas sim compelir o Município a adotar o regime jurídico estatutário.

Sobre isto, é importante enfatizar que a Ação foi proposta antes da realização do concurso público, o que, de fato, deixo claro inexistir o objetivo de sua anulação por parte do Sindicato.

A Procuradoria do Município e o Sindicato já ajustaram um texto para o acordo (transação), que será submetido à aprovação em Assembleia do Sindicato, a ser realizada na próxima terça-feira, 23 de outubro.

No acordo, o Município se compromete a fazer a migração do regime celetista para o estatutário até meados de 2014, data até a qual a Administração Municipal deverá concluir outro concurso público, em cumprimento a Termo de Ajustamento de Conduta pactuado junto ao Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro.

Uma vez assinado o acordo, o passo seguinte será a sua apresentação no processo judicial para que seja objeto de homologação pelo Poder Judiciário.

Tão logo seja homologado o acordo, o concurso público de 2007 estará mantido em sua íntegra, inexistindo qualquer razão para preocupação por parte dos servidores atualmente em exercício.

Fonte: Secom Prefeitura

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

SENAI realiza Semana de Design Gráfico no Rio

Oficinas e palestras com profissionais consagrados, na próxima semana, são gratuitas.

O Sistema FIRJAN, por intermédio do SENAI do Rio, promove, de 22 a 25 de outubro, a Semana SENAI de Design Gráfico, no SENAI Maracanã. O evento é gratuito e traz palestras e oficinas voltadas para estudantes de Publicidade e Design que irão revelar as tendências do segmento e o que é preciso fazer para se destacar nesse competitivo mercado.

As oficinas, das 15h às 18h, irão abordar temas como pintura digital, fechamento de arquivo, identidade visual e carimbo gravura. O objetivo é promover o encontro dos universitários com profissionais consagrados.

As palestram ocorrem sempre às 19 horas, com a participação de grandes nomes da Publicidade e do Design: Tico Moraes (“Criando o hábito de criar”); Mateus Moretto (“Começar é sempre difícil... ou não”); Ailton Henriques e João Faraco (“Identidade Visual: do Caligrafiti ao Insert”); além de Fábio Lopez (“O legado visual dos Jogos Olímpicos de Londres 2012”). Veja a programação completa do evento no site da Firjan: www.firjan.org.br

A Semana SENAI de Design Gráfico tem vagas limitadas. Garanta logo a sua inscrição para as oficinas e as palestras. Mais informações pelo Central de Atendimento 0800 0231 231 ou pelo 4002 0231 (custo de ligação local).

Serviço:
Semana SENAI de Design Gráfico
Data: 22 a 25 de outubro de 2012
Local: SENAI Maracanã
Rua São Francisco Xavier, 417

Fonte: Marcia Savino
Sistema FIRJAN – Assessoria de Imprensa
Representação Regional do Centro-Norte Fluminense – Friburgo

Jogos dos Trabalhadores do SESI entram em fase de competição estadual

Disputas acontecerão no município de Resende, em 21 de outubro.

Quatro empresas de Nova Friburgo participam da Fase Estadual dos Jogos dos Trabalhadores do SESI 2012. A competição será realizada na Unidade Operacional do SESI em Resende, no domingo, em 21 de outubro. As delegações chegam à cidade à partir da sexta-feira. A Cerimônia de Abertura será no sábado, 20 de outubro, com a presença das equipes.

A Lucitex compete no vôlei feminino, no futsal feminino e no atletismo feminino 100m. A Styllus Semi-Jóias compete no futsal masculino, vôlei masculino, tênis de mesa, natação e atletismo 100m masculino. A NFP Automotive/Torrington compete na modalidade futebol seven master masculino e a Thurlerflex, no atletismo masculino (200m, 800m e 3.000m).

A realização dos Jogos dos Trabalhadores é uma iniciativa do Sistema FIRJAN por meio do SESI. Espécie de resgate dos Jogos dos Industriários as disputas funcionam com uma preparação para o Campeonato Brasileiro, que acontecerá ainda este ano.

Fonte: Marcia Savino
Sistema FIRJAN – Assessoria de Imprensa
Representação Regional FIRJAN
CIRJ - Centro-Norte Fluminense

Polo de Moda Íntima de Nova Friburgo tem 14 confecções aprovadas em auditorias de magazines

Empresas da região obtiveram média de pontuação superior a 9,0
em processo de certificação promovido para fornecedores de todo o país.

Algumas das principais confecções do Polo de Moda de Nova Friburgo, fornecedoras de lingerie e fitness para magazines, passaram com louvor pelas auditorias promovidas pela ABVTEX (Associação Brasileira do Varejo Têxtil), que reúne as principais empresas varejistas como: C&A, Carrefour, Hering, Marisa, Leader, Pernambucanas, Renner, Zara, Richuelo, Walmart, Pão de Açúcar e tem o apoio do Instituto Ethos de Responsabilidade Social Empresarial.

A ABVTEX colocou em prática o Programa de Qualificação de Fornecedores para o Varejo, que verifica e atesta a conformidade dos processos produtivos de seus fornecedores. Segundo o site da ABVTEX, o Programa “tem por objetivo permitir ao varejo qualificar e monitorar seus fornecedores quanto às boas práticas de responsabilidade social e relações do trabalho”.

“As empresas do Polo de Nova Friburgo foram aprovados pelos auditores com média acima de 9. Estamos muito orgulhosos desse resultado, que atesta a competência das confecções do nosso Polo”, explica a empresária do setor, Nelci Layola Porto, presidente da FIRJAN Regional e do Conselho da Moda. Cem por cento das empresas que participaram da auditoria foram aprovadas, entre elas: Akik, Ambiente Íntimo, Kika Lingerie, CCM, DJM Fitness, Evidenza, Jescri, Leovilu, Lucitex e Suspiro Íntimo.

O PROCESSO – Todos os fornecedores de magazines em todo o país estão passando pelo processo de certificação. Em Nova Friburgo, com apoio do Sebrae e participação do Sindvest, cerca de 20 empresas, entre fornecedoras e subcontratadas, passaram por pré-auditorias. Dessas, 14 empresas foram auditadas e todas aprovadas, com índices de aprovação bem superior a média nacional, o que destacou o Polo de Nova Friburgo e Região por sua iniciativa em preparar as empresas para o processo de auditoria. Na avaliação, os auditores entrevistam individualmente um bom número de funcionários, que falam abertamente sobre o trabalho na empresa. Eles também verificam toda a documentação trabalhista e fiscal, avaliam o ambiente físico, as condições de trabalho, a segurança e saúde laboral, além de registros e licenças.

O PROGRAMA - O Programa da ABVTEX possui duas vertentes principais. O Programa de Qualificação e Monitoramento prevê a realização de auditorias independentes para o monitoramento de práticas, compromissos e aspectos de gestão ligados aos seguintes temas: trabalho infantil, trabalho forçado ou análogo ao escravo, trabalho estrangeiro irregular, liberdade de associação, discriminação, abuso e assédio, saúde e segurança do trabalho, monitoramento e documentação, compensação, horas trabalhadas, benefícios, monitoramento da cadeia produtiva e meio ambiente.

No Programa de Capacitação, o objetivo é desenvolver e apoiar os fornecedores e seus subcontratados para que se adequem ao Programa de Qualificação da ABVTEX. Segundo a ABVTEX, a iniciativa significa a abertura de novas e boas oportunidades de negócios para quem tiver a qualificação, dando condições para que grande parte da cadeia atue com melhores condições de trabalho, respeito à legislação e demais aspectos ligados à responsabilidade social.

Este certificado é valido por dois anos, e essas empresas podem sofrer auditorias a qualquer momento, a não manutenção dos itens exigidos podem descredenciá-las do cadastro, o que afetaria o seu fornecimento para quaisquer uma das empresas associadas a ABVTEX. Mais informações podem ser obtidas no site www.abvtex.org.br.

Fonte: Marcia Savino
Sistema FIRJAN – Assessoria de Imprensa
Representação Regional FIRJAN
CIRJ - Centro-Norte Fluminense

Agroindústria: um salto para o futuro na Região Serrana

Governo municipal entende que a agroindústria beneficiará agricultores da Região Serrana

A Agroindústria vem trazendo segurança à produção e ao processamento de alimentos e, através dela, a relação comercial e industrial dessa cadeia produtiva torna o setor agrícola um dos mais importantes da economia nacional, representando 1/3 do PIB brasileiro.

Para o prefeito Sérgio Xavier, a agroindústria só vem acrescentar à evolução do meio rural e dos produtores, que poderão escoar seus produtos para os mercados com mais agilidade e rentabilidade, além de trazer novos elementos como o uso de tecnologias e insumos, que fazem o agricultor dar um salto para o futuro, conclui.

Segundo o secretário municipal de Agricultura e Desenvolvimento, José Carlos Siqueira, na região serrana a introdução da agroindústria ainda não está concretizada, mas já há todo um cuidado com a produção in natura, que sai da lavoura lavada, tratada, higienizada e embalada, o que possibilita a conservação dos alimentos, evitando a deterioração prematura e o desperdício, até que chegue ao consumidor final, gerando renda para o agricultor familiar. Além disso as técnicas de manejo que são passadas pelos extensionistas da EMATER-RIO, as novas tecnologias disponíveis agora e o trabalho com novos insumos que facilitam a vida do agricultor, dão possibilidade de comercialização em tempo menor, uma vez que a colheita dos produtos também se faz com mais rapidez, tornando o produtor capaz de abastecer um maior número de consumidores por via direta.

O Programa de Agroindústria, do Ministério do Desenvolvimento Agrário, tem objetivo de apoiar a agroindustrialização da produção dos agricultores familiares e sua comercialização, agregando valor, gerando renda e dá oportunidade de trabalho no meio rural, garantindo assim melhores condições de vida para essas pessoas que são beneficiadas por ele. Esse programa tem cinco linhas de ação que são: 1) - Crédito Rural: Pornaf (Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar) / Agroindústria; e o Pronaf / Custeio de Agroindústrias Familiares; 2) - Adequações e Orientações nas Legislações Específicas; 3) - Capacitação de Multiplicadores; elaboração de manuais técnicos e documentos orientadores; 4) - Ciência e Tecnologia; 5) - Promoção e Divulgação dos Produtos Agroindustriais; Identificação dos mercados e Articulação com o mercado institucional.

De acordo com Siqueira, pesquisadores trouxeram uma grande variedade de frutas, como experimento, que foram plantadas em Cordeiro, Cantagalo, Bom Jardim, Nova Friburgo, Teresópolis e Cachoeiras de Macacu e que têm se adaptado muito bem nessas regiões. Sem as pesquisas de solo e de genética isso não seria possível, já que em sua maioria são frutas de clima quente e o aquecimento global também nos permite fazer essas inserções com frutas como: pêssego, banana, goiaba e as cítricas laranja e pocam, que antes não tinham resultados favoráveis aqui em Nova Friburgo, por exemplo. Até mesmo o plantio de oliveiras está dando certo aqui em Nova Friburgo, na região de Lumiar. A fruta, diz José Carlos, é uma alternativa para o agricultor, pois há lugares que não se pode arar, mas pode-se plantar uma árvore frutífera, que é um complemento do produtor.

Com relação às perdas na produção agrícola, tanto no campo quanto no transporte, é praticamente impossível não tê-las e esse desperdício deve chegar em torno dos 30%. Para Siqueira, com uma agroindústria forte, onde tiver excessos de produção mas com qualidade, pode-se fazer uma venda por um preço mínimo, para a merenda escolar, por exemplo, e assim todos saem ganhando. Outro fator importante é o solo, que durante esse período pós-tragédia ficou bastante degradado onde caíram barreiras, mas com o trabalho de preparo da terra realizado nesses locais durante esse ano, as terras estão 90% recuperadas e o agricultor já está tendo bons resultados no plantio das hortaliças, que é a verdadeira vocação da região, completa.

Uma das preocupações está no aquecimento global e, segundo Siqueira, o que poderá acontecer "é a mudança do metabolismo tanto das plantas, quanto dos animais, mas a genética já vem trabalhando para não diminuir a produção que está sendo cada vez mais exigida em quantidade e qualidade, num menor prazo de tempo, uma vez que há um alto crescimento da população. Segundo ele, "hoje o grande aliado da agricultura é a genética, que vem trabalhando para que o campo acompanhe esse crescimento e cita como exemplo a área da pecuária, onde um animal que levaria 4 anos para o abate, hoje leva dois anos e meio, ou ainda, uma cultura agrícola que levava 150 dias para ser colhida, hoje leva 90 como o repolho, alface, entre outros. Então, os geneticistas serão as grandes estrelas da agricultura", conclui.
  Fonte: Secom Prefeitura

10ª edição da Feira da Terra já está sendo preparada em Nova Friburgo

De 16 a 18 de novembro, São Pedro da Serra apresentará o evento com novo formato

Pense em um evento para reunir tudo, ou quase tudo, que emana da Terra e contribui para uma melhor qualidade de vida do ser humano. É esta a ideia dos realizadores da 10ª Feira da Terra, que acontecerá no Distrito de São Pedro da Serra, Nova Friburgo, nos dias 16, 17 e 18 de novembro.

Com a proposta de um novo formato, a Feira da Terra terá produtos orgânicos, delícias do agronegócio, artesanato, música, dança, rodas de conversas, práticas alternativas à saúde, alegria e descontração, em uma ‘Vila’ que já é conhecida pelo seu charme todo especial, São Pedro da Serra.

O principal objetivo do evento, que chega a sua décima edição com sucesso, é divulgar o trabalho de produtores, artesãos e artistas da região, para fomentar a geração de renda e alternativas de escoamento dessa produção, mas também proporcionar momentos de descontração para toda a família que busca qualidade de vida.

A Feira da Terra pretende resgatar e valorizar a sabedoria dos povos que vivem na região, incentivar as práticas de consumo mais sustentáveis através da aquisição de alimentos orgânicos, promover a venda direta do produtor, fortalecendo os vínculos de confiança entre as partes do processo e reduzir os custos de logística, além de apresentar produtos do agronegócio, valorizando a agricultura familiar, mas levando em consideração a estação climática, a época de plantio e colheita dos produtos.

A Praça João Heringer reunirá barracas padronizadas para a venda dos produtos e tendas, e um exemplo de economia criativa poderá ser verificado nas próprias barracas, que já estão sendo confeccionadas com banners utilizados na divulgação de eventos passados, proporcionando um colorido a mais ao evento. E entre tantas novidades, está a Tenda da Cura, espaço reservado às práticas alternativas para cuidar da saúde e serviços de prevenção como: medição de pressão arterial, teste de glicose, entre outros.

A 10ª Feira da Terra é patrocinada pelo SEBRAE/RJ; organizada pela Lausanne Produtora, Carolina Carvalho e Pedro Kiua; e contará com diversos parceiros, entre eles: Instituto Pindorama, Lumiar Aventura e Prefeitura de Nova Friburgo. Os interessados em acompanhar a produção do evento podem acessar o site WWW.feiradaterra.org e a página no Facebook http://www.facebook.com/pages/Feira-da-Terra/169418563098790?fref=ts

Fonte: www.burburinhoass.com

Rio Rural capacita produtores e técnicos agrícolas da Serra fluminense

Iniciativa complementa ações de recuperação produtiva das áreas afetadas pelas chuvas no ano passado

Após a solenidade de entrega das 44 minipatrulhas mecanizadas a 32 associações comunitárias da Região Serrana, em agosto, o Programa Rio Rural, da secretaria estadual de Agricultura e Pecuária, promoveu, durante a segunda quinzena de setembro, uma capacitação específica para o uso e a gestão administrativa destes equipamentos, com turmas em Teresópolis e em Nova Friburgo.

O primeiro grupo reuniu agricultores de Sumidouro, Petrópolis, São José do Vale do Rio Preto e Teresópolis, durante cinco dias na localidade de Vieira, em Teresópolis. Já em Nova Friburgo, o curso aconteceu na Escola Vevey La Jolie, em Conquista, e contou com representantes de mais de 20 associações contempladas do próprio município e também de Bom Jardim.

O assessor técnico em organização comunitária do Rio Rural, Adriano Martins Lopes, explica que a capacitação envolveu, basicamente, quatro eixos temáticos: aspectos legais do termo de cessão, construção do regimento de uso das máquinas, controle financeiro e uma palestra sobre salvaguardas ambientais e conservação do solo.

Responsável pelo treinamento dos futuros operadores das minipatrulhas, o engenheiro agrícola da Emater-Rio, Emerson Landgraf, abordou noções teóricas de ecologia, segurança, instrumentação, manutenção e mecânica de tratores. Na parte prática, Emerson demonstrou técnicas eficientes para a utilização de microtratores, carretas, rotativas e outros implementos.

Segundo o assessor técnico de infraestrutura do Rio Rural, Jarbas Saraiva Júnior, uma nova turma deve ser aberta em novembro. Ele lembra que a gestão e a manutenção dos equipamentos adquiridos serão de responsabilidade das associações beneficiadas. “As máquinas terão de executar suas tarefas de acordo com a legislação ambiental vigente”, acrescentou.

Vice-presidente da Associação de Pequenos Produtores Rurais de Baixada de Salinas, Três Picos e Campestre, Joilton Pacheco foi um dos participantes do módulo para gestores. Segundo ele, essa iniciativa vai contribuir para o uso adequado das minipatrulhas. “O curso foi ótimo. As máquinas vão ajudar muito no nosso dia a dia”, resumiu o agricultor.

Em Nova Friburgo, são 16 entidades contempladas, que representam mais de 2.400 produtores rurais. Só no município, essa iniciativa significa mais de R$ 2,3 milhões, aplicados diretamente no apoio à produção agrícola. Em toda Região Serrana, estão sendo beneficiadas 4.858 famílias, totalizando R$ 4,5 milhões em investimentos.

Fonte: Paulo Filgueiras
Assessor de Comunicação Programa Rio Rural - Região Serrana
Secretaria Estadual de Agricultura e Pecuária/RJ

domingo, 14 de outubro de 2012

Produção de orgânicos cada vez mais forte na Região Serrana fluminense

Cultivo fortalece agricultura familiar em municípios afetados pelo temporal de 2011

Os produtos orgânicos vem ocupando espaços cada vez maiores no cotidiano das pessoas. Seja nas prateleiras dos supermercados, nos restaurantes ou nas feiras, os orgânicos nunca estiveram em tanta evidência. São frutas, hortaliças, grãos, derivados do leite e carnes produzidos com respeito ao meio ambiente e sem a utilização de substâncias que coloquem em risco a saúde do homem do campo e dos consumidores.

Alimentos orgânicos (origem vegetal e animal) são aqueles obtidos em sistemas de produção onde não são utilizados agrotóxicos, adubos químicos ou substâncias sintéticas. Têm como base princípios agroecológicos que contemplam o uso responsável do solo, da água, do ar e dos demais recursos naturais. Tudo isso para reduzir a contaminação e o desperdício desses elementos, contribuindo, assim, para o desenvolvimento sustentável.

No Estado do Rio, a região Serrana é pioneira nesse tipo de cultivo. Em São José do Vale do Rio Preto, todos os 20 produtores orgânicos são certificados pelo SPG (Sistemas Participativos de Garantia). Na localidade Morro Grande, na microbacia de mesmo nome, vivem os irmãos Sérgio e Luiz Carlos Gonçalves Botelho, que abandonaram o sistema convencional há 17 anos. Com incentivo da Emater-Rio, apostaram nas hortaliças orgânicas, sendo o chuchu o principal produto cultivado. Cada um deles, produz, em média, 650 quilos de chuchu mensalmente, escoados para mercados e feiras especializados em Petrópolis e Teresópolis.

Sérgio, que vive com a família no lugar há 25 anos, também se dedica à produção de tomate cereja, vagem, ervilha, pimentão e a criação de galinhas e gansos. Segundo ele, a transição para o orgânico foi positiva, tanto pela lucratividade, quanto pela compensação ambiental. O irmão tem opinião semelhante. Para Luiz Carlos, os produtos possuem mais qualidade e preço fixo o ano todo. “Trabalhamos em parceria com a natureza”, resumiu o agricultor, que é membro do Comitê Gestor da Microbacia (Cogem) e um dos beneficiários do Rio Rural no município.

Em Petrópolis, o produtor Levi Gonçalves de Oliveira, da microbacia Brejal, foi um dos primeiros a investir nos orgânicos, há mais de 30 anos. Produz legumes e verduras certificados e mantém uma pequena criação de galinhas e cabras. Escoa sua produção para colégios, restaurantes e feiras especializadas da Capital, além de participar do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA Orgânico), do governo federal.

Por conta do tragédia de 2011, Levi perdeu 80% de sua lavoura. Com apoio financeiro do Rio Rural Emergencial - R$ 5 mil não reembolsáveis - e assistência técnica da Emater-Rio, retomou sua atividade produtiva. “Não quis desistir. Estamos crescendo cada vez mais. A demanda por produtos orgânicos é tão grande que acabo não conseguindo atender todas as feiras”, afirmou.

Incentivo à conversão

Para estimular as práticas agroecológicas e apoiar quem já atua na área, a secretaria estadual de Agricultura e Pecuária criou o programa Cultivar Orgânico, que prevê recursos financeiros para investimento nas lavouras e assistência técnica para produção e a aproximação com os circuitos de comercialização. Para ter acesso ao programa, o interessado deve obter mais informações nos escritórios locais da Emater-Rio.

O que são Sistemas Participativos de Garantia (SPG)?

No Brasil, a qualidade dos produtos orgânicos é garantida por diferentes maneiras. Uma delas é pelos Sistemas Participativos de Garantia (SPG), que caracterizam-se pelo controle social, pela participação e pela responsabilidade solidária no cumprimento dos regulamentos da produção orgânica.

Um SPG é composto pelos próprios membros do sistema - fornecedores (produtores rurais, distribuidores, armazenadores e transportadores) e colaboradores (consumidores e organizações) - e por um Organismo Participativo de Avaliação da Conformidade (OPAC), que é a entidade que assume a responsabilidade pelas atividades desenvolvidas num SPG. No território fluminense, esse OPAC é a Associação de Agricultores Biológicos do Estado do Rio de Janeiro (Abio).

Os SPGs promovem visitas de verificação nas propriedades para troca de experiências entre os participantes. Elas acontecem, no mínimo, uma vez ao ano. Os responsáveis pela vistoria precisam ter acesso livre às instalações e registros das unidades de produção. Na Serra, existem quatro grupos de SPG: Petrópolis, Teresópolis, São José do Vale do Rio Preto e Nova Friburgo (que inclui produtores de Sumidouro, Bom Jardim e Duas Barras).

De acordo com o consultor em agroecologia do Rio Rural, Eiser Felippe, é o SPG que inclui o produtor familiar na agricultura orgânica, barateando o processo de certificação. “A principal vantagem do SPG é a integração entre os agricultores. São quatro membros do grupo que fazem as vistorias. Trimestralmente, há a troca de um deles. Concluído esse processo, a Abio emite a certificação de conformidade orgânica, com validade de 12 meses”, explicou.

Fonte: Paulo Filgueiras
Assessor de Comunicação Programa Rio Rural - Região Serrana
Secretaria Estadual de Agricultura e Pecuária/RJ

Nova Friburgo promove encontro da juventude rural

Objetivo foi disseminar informações sobre temas de interesse dos jovens

Em Nova Friburgo, cerca de 100 jovens do município e também de Teresópolis participaram, na quinta-feira (4/10), do seminário de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) para juventude rural. Realizado em conjunto pela secretaria estadual de Agricultura e Pecuária (através da Emater-Rio, Pesagro-Rio e Rio Rural), Prefeitura de Nova Friburgo e Ministério do Desenvolvimento Agrário, o evento teve como objetivo disseminar informações sobre políticas públicas para o desenvolvimento agrário, sustentabilidade no meio rural e, também, estimular cada vez mais a participação desse público nas discussões setoriais e estruturantes da agricultura fluminense.

Na abertura, o supervisor da Emater-Rio em Nova Friburgo, Affonso Albuquerque, apresentou um panorama da atividade agrícola local, destacando a importância econômica da fruticultura, das flores de corte e dos alimentos orgânicos. Ele frisou também o desempenho do município em programas de segurança alimentar do governo federal, executados pela Emater-Rio, como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). “A produção de morangos de Friburgo, por exemplo, possui condições favoráveis de competitividade no mercado”, analisou.

Presidente da Emater-Rio, Justino da Silva lembrou da atuação dos jovens nas ações de recuperação produtiva da Região Serrana, após a tragédia climática do ano passado. Segundo ele, os jovens são fundamentais para a manutenção da agricultura familiar fluminense. “Através de parceria com a Faerj (Federação da Agricultura, Pecuária e Pesca do Estado do Rio de Janeiro) e com os colégios agrícolas de Friburgo e Teresópolis, incluímos o jovem no processo de reconstrução da Serra. O poder público precisa da juventude para a expansão agrícola”, defendeu.

Técnicos da Emater-Rio e do Programa Rio Rural promoveram palestras sobre temas ligados ao cotidiano dos jovens. O assessor em organização comunitária, Adriano Martins Lopes, apresentou a missão e os objetivos do programa, destacando a metodologia do projeto, as práticas incentivadas e os princípios de autogestão comunitária. Já o gerente técnico estadual de Desenvolvimento Sustentável da Emater-Rio, Herval Lopes, falou sobre a campanha “Água Limpa para o Rio Olímpico”, que tem como meta proteger 2016 nascentes até as Olimpíadas do Rio.

Estudante do terceiro ano do curso técnico em agropecuária do Centro Interescolar de Agropecuária José Francisco Lippi, de Teresópolis, Ítala Cunha de Souza aproveitou o seminário para revisar alguns temas abordados em sala de aula, como conservação de solos e a transição agroecológica. “Conhecimento é sempre bem vindo”, resumiu a jovem, que pretende cursar agronomia assim que concluir o ensino médio. Já para Gabriela Teixeira de Oliveira, aluna da mesma unidade de ensino e estagiária da Emater-Rio há três anos, o tema que mais despertou interesse foi crédito rural.

Participaram do evento o consultor do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), João Batista Begnami; o coordenador de Operações da Emater-Rio, Paulo Mundim; o chefe do Centro Estadual de Horticultura da Pesagro-Rio, Márcio Pimentel; o secretário de Agricultura de Nova Friburgo, José Carlos Siqueira; além de extensionistas da Emater-Rio em Bom Jardim, Nova Friburgo e Teresópolis.a

Fonte: Paulo Filgueiras
Assessor de Comunicação Programa Rio Rural - Região Serrana
Secretaria Estadual de Agricultura e Pecuária/RJ

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Diversas atividades estão programadas para comemorar o centenário do Padre Selvaggi


Diversas atividades vão comemorar o centenário do Padre Giovanni Baptista Selvaggi (SJ), no próximo sábado, dia 06 de outubro no Colégio Anchieta. O grupo escoteiro do Colégio está organizando a solenidade que começa com Celebração Eucarística presidida pelo Padre Guy Ruffyer (reitor) às 16h no Ginásio Santo Inácio (antigo). Após a missa, será realizada a cerimônia de plantação de um carvalho na entrada principal.

Ainda no ginásio acontece o jantar comemorativo de adesão, cujo cardápio será macarrão mateiro e ovo na batata, com preço de R$ 10.00 por pessoa. A festa termina com o fogo de conselho, repetindo uma prática que os escoteiros fazem nos acampamentos, quando se reúnem e contam histórias, cantam, fazem brincadeiras e terminam com a reflexão e a canção da despedida.

Haverá também entrega de distintivos para aproximadamente 20 meninos escoteiros, bem como renovação de promessa dos escoteiros presentes.

O projeto está sendo coordenado por uma equipe composta por: André Gula (Diretor Técnico), Sebastiana Nogueira (Chefe de Escoteiros), Bruno Vanzilota (Chefe Sênior), Maria Alice Monteiro Rodrigues (Diretor Presidente), Gabriel Vabo (Chefe Escoteiro), José Leonan da Silva Carvalho (Chefe Pioneiro), Marcio Mattos (Chefe de Escoteiros), Clauber Canastra (Chefe Senior), Cristina Teodora (Chefe da Alcatéia – lobinhos).

Desprovido de qualquer sentimento de vaidade, Padre Selvaggi era um homem simples, um servo de Deus na pura expressão da palavra, não gostava de glamour e viveu pregando o Evangelho e o amor ao próximo. Seu jeito sereno e extremamente apaziguador, o aproximava de todos. Ele foi o fundador do grupo escoteiro Anchieta. Foi também considerado o escoteiro mais antigo do Brasil. Sua morte trouxe no coração de todos os que conviveram com ele um vazio e uma saudade eterna, mas ele deixou um legado de vida comunitária através da Palavra do Evangelho.

Durante sua passagem por Nova Friburgo, fez milhares de amigos que ainda hoje lembram dele como um segundo pai, exatamente pelos conselhos sempre amáveis.

Sua simplicidade era tamanha, que os escoteiros tiveram muito trabalho para convence-lo a receber a Cruz de São Jorge, fato que só aconteceu em, 15 de setembro de 2000, depois de muita insistência.

Com 55 anos de atividade o grupo escoteiro Anchieta, um dos pioneiros do Estado do Rio de Janeiro, foi fundado em 06 de abril de 1957 pelo Padre Selvaggi e conta hoje com 50 pessoas, que continuam o trabalho. Atualmente eles mantém o blog www.40geanchieta.blogspot.com.br como um veículo de divulgação de suas atividades.

Fonte: Jornalista José Duarte

Estudantes da Região Serrana participam de campanha ecológica

Iniciativa estimula a importância da conservação de espécies ameaçadas de extinção

Cerca de 160 estudantes de cinco municípios afetados pelas fortes chuvas que atingiram a Região Serrana em janeiro do ano passado participaram de uma visita guiada à exposição Abrace essas Dez!, iniciativa da Secretaria do Ambiente (SEA) que faz parte da campanha pela preservação de dez espécies da fauna fluminense.

Moradores de Areal, Nova Friburgo, Bom Jardim, Petrópolis e Teresópolis, os alunos participam do curso Elos de Cidadania no Enfrentamento de Acidentes e Desastres Naturais, coordenado pela Superintendência de Educação Ambiental, da SEA (Seam).

Promovido no espaço de educação ambiental Encontro das Águas, do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), na Lagoa Rodrigo de Freitas, Zona Sul do Rio, o evento teve longa programação – de 10h às 15h – e ofereceu aos visitantes apresentações musicais, palestras e oficinas de artesanato com material reciclável.

Presente ao evento, o secretário do Ambiente, Carlos Minc, distribuiu adesivos com fotografias das espécies ameaçadas de extinção, como o macaco muriqui, e uma cartilha com informações sobre o habitat natural desses animais, como eles vivem, o que comem e o que cada um pode fazer para evitar que eles desapareçam do ecossistema. Mas o que chamou a atenção dos estudantes e das crianças e pais que passeavam pela Lagoa foram alguns bonecos de um metro de altura, espalhados em gramados, que representavam, como personagens de revista em quadrinho, os animais citados na cartilha.

- Você defende aquilo que você ama. E você só ama o que você conhece. O quadro negro é fundamental, mas não é suficiente. Os professores e alunos têm que visitar os parques e reservas da sua região. O que vocês estão aprendendo aqui e nos cursos deve ser levado para suas famílias e amigos. Temos que respeitar todas as formas de vida do planeta - disse Minc.

Ao apresentar um mapa indicando o habitat de cada espécie, Minc pediu ajuda aos estudantes e professores para defender a candidatura do macaco muriqui para mascote das Olimpíadas de 2016:

- O Muriqui é o maior primata das américas, com 1 metro e 30 centímetros. É muito carinhoso, adora abraçar a família e é endêmico da Região Serrana. Conto com vocês, rapaziada! - afirmou Minc.

Além de campanhas em defesa da biodiversidade e cursos de educação ambiental, a SEA e o Inea estão investindo na criação e estruturação de unidades de conservação, a exemplo do Parque Estadual da Costa do Sol, criado no ano passado na Região dos Lagos, que protege áreas dos municípios de Saquarema, Araruama, Arraial do Cabo, São Pedro da Aldeia, Iguaba Grande, Cabo Frio e Búzios.

A superintendente de Biodiversidade e Florestas da SEA, Alba Simon, responsável pela campanha Abrace essas Dez!, ressaltou a importância da conservação da flora para se preservar a fauna: “Uma depende da outra. Se você desmata uma área, entre outras consequências, você acaba com o alimento, interfere no clima, ou seja, desestrutura o ambiente natural do animal e ele morre”.

Representantes das defesas civis dos municípios convidados estavam presentes na atividade, como o tenente Hamilton Thuller, morador de Nova Friburgo, que participou do salvamento de muitas pessoas soterradas pelos deslizamentos decorrentes das enchentes da Região Serrana. Hoje, Hamilton é um dos instrutores do curso Elos de Cidadania no Enfrentamento de Acidentes e Desastres Naturais, desenvolvido com as prefeituras.

Uma das alunas, Amanda Pereira, de 16 anos, conta que aprendeu nas aulas como se comportar em casos de alerta:

- Todo morador de área de risco deve andar sempre com uma mochila com um kit de sobrevivência – uma muda de roupa, água, alguma comida e documentos. Saber onde é o ponto de apoio da sua cidade também é importante. Depois da capacitação, vamos passar nas casas dos moradores para dar essas dicas - disse a jovem.

A superintendente de Educação Ambiental da SEA, Lara Moutinho da Costa, disse que o segundo passo do curso, depois de envolver as escolas na elaboração de um diagnóstico e do planejamento de ações para a comunidade do entorno, é envolver a população na execução desse plano de ação.

- A educação ambiental vem para estimular a participação do cidadão na vida pública de seu bairro e cidade. Em casos como o incidente da Região Serrana, se a população estivesse esclarecida e organizada o número de mortes poderia ter sido menor. Junto às defesas civis mapeamos os recursos humanos e materiais. Quem são os psicólogos? Onde pode ficar o ponto de apoio? Em diálogo com os moradores conseguimos responder a estas perguntas - afirmou Lara.

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro é parceria da Superintendência de Educação Ambiental no programa Elos de Cidadania.

· Lista das dez espécies mais ameaçadas, devido a desmatamentos e caça, entre outras ações do homem. A maioria é originária da Mata-Atlântica, um bioma rico em biodiversidade que cobre mais de 20% do território fluminense.

- jacutinga

- formigueiro-do-litoral

- boto-cinza

- cágado-do-paraíba

- lagarto-branco-da-praia

- mico-leão-dourado

- muriqui

- preguiça-de-coleira

- surubim-do-paraíba

- tatu-canastra



Fonte: Secom Governo Estadual

Mapa de Ameaças Naturais do Rio é referência internacional

Marcelle Colbert

Defesa Civil é destaque por trabalho de redução de riscos de desastres

A Defesa Civil do Estado virou referência pelo trabalho de redução de riscos de desastres nas Américas e no Caribe. O Mapa de Ameaças Naturais, desenvolvido pela Escola de Defesa Civil (Esdec), está concorrendo entre as três melhores práticas do continente na Plataforma Regional para Redução do Risco de Desastre nas Américas, evento que acontece em 27 de outubro na Argentina, e na Plataforma Global, em maio de 2013, na Suíça.

Publicado e elogiado pela Organização das Nações Unidas (ONU), o mapa aponta as 460 ameaças naturais de desastre mais prevalentes nos 92 municípios fluminenses. No estudo – que ajudará a diminuir as vul­ne­rabilidades do estado – são destacados os cinco principais riscos de cada cidade, como deslizamento, enchente, chuva de granizo e temporais.

O estudo, elaborado no início deste ano pelo Sistema Estadual de Defesa Civil, auxiliará no desenvolvimento de políticas públicas e será importante como plano de contingência para o próximo verão, por exemplo. A ideia é compartilhar as experiências com as prefeituras fluminenses para que os Municípios possam produzir seus próprios mapas, protocolos de prevenção e sistemas de alerta.

– Reunimos as prefeituras para fazer a pesquisa que deu origem ao mapa. O nosso próximo passo será a realização de oficinas, ainda em outubro deste ano, para auxiliar as defesas civis municipais no planejamento de ações para prevenir desastres. Precisamos conhecer os riscos para que possamos tomar providências – explicou o diretor da Esdec e autor da pesquisa, tenente-coronel Paulo Renato Martins Vaz.

Exemplo para o mundo

O Mapa de Ameaças Naturais – que cumpre as diretrizes estabelecidas no Marco de Ação de Hyogo, instrumento mais importante para a implemen­tação da redução de riscos de desastres que 168 estados membros da ONU, incluindo o Brasil, adotaram em 2005 – já está servindo de exemplo para outros estados e países. Em agosto, o estudo foi apresentado no Seminário de Urbanismo Internacional, na Colômbia.

– Temos o reconhecimento da comunidade científica internacional. Nossa meta é estimular a criação de planos de contingência não apenas no Estado do Rio, adequando as medidas às ações necessárias. Precisamos trabalhar com a preparação para evitar tragédias. Estamos deixando um legado para a população – disse o tenente-coronel.

Os principais riscos registrados pela Defesa Civil

Segundo o mapa, os riscos mais registrados no estado são: deslizamentos (18%), enchentes (15,4%), alagamentos (14,6%), enxurradas (13%), incêndios florestais (10,2%), tempestades (8,7%), estiagens (6,5%), queda de rochas (4,8%), granizos (3%), movimentações de terra (1,1%), erosões fluviais(1,1%), inundações litorâneas (0,9%), tornados (0,7%), erosões marinhas (0,4%), marés vermelhas (0,4%), erosões lineares (0,4%), secas (0,2%), ciclones extratropicais (0,2%) e pragas vegetais (0,2%).

Fonte: Secom Governo Estadual

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO EFETIVA 389 NOVAS MATRÍCULAS EM CRECHES NOS ÚLTIMOS SEIS MESES

Uma das maiores e mais sérias demandas da Rede Municipal de Educação em Nova Friburgo é a geração de vagas em creche e pré-escola. Estima-se que, no início do ano de 2012, havia uma carência na ordem de 450 a 500 vagas.

Para que essa situação seja resolvida, duas ações são imprescindíveis: primeiro, a ampliação de unidades escolares adequadas a essa faixa etária (0 a 5 anos); segundo, a contratação de mais servidores para atuarem nessa área.

Nessa direção, a atual gestão da Secretaria Municipal de Educação envidou muitos esforços para minimizar os problemas. Apesar de pouco tempo, houve grandes avanços.

Seis unidades que estavam fechadas, desde janeiro de 2011, foram reformadas e reabertas. Helena Coutinho e CAEM (em Olaria), João Batista Faria (na Village), Santa Therezinha e Adriano Affonso (em Conselheiro Paulino, São Jorge). A creche de Varginha está em fase final de reforma para ser reaberta em Outubro. Nessa mesma unidade, Emília Adelaide Ferreira, ainda haverá obras de ampliação, cuja execução já está em andamento, além de investimentos do Governo Federal, por meio de emenda parlamentar, que garantirá mais espaço e conforto já para o próximo ano.

Outra medida, nesse campo, foi tirar do papel a obra de três novas creches, com recursos do FNDE, nos bairros de Nova Suíça, Vila Nova e São Geraldo. Todas estão com obras em andamento, sendo que Nova Suíça já começará o ano de 2013 em funcionamento.

No que tange à pessoal, a SME realizou um amplo Recadastramento entre seus servidores, o que possibilitou medidas administrativas para organizar melhor a lotação dos trabalhadores de modo a otimizar os serviços prestados.

Além disso, por conta de um TAC celebrado junto ao Ministério Público, a SME conseguiu a contratação de 190 novos funcionários.

Por conta disso tudo, entre os meses de Abril e Setembro de 2012, a Rede Municipal de Educação de Nova Friburgo efetuou 389 matrículas novas em suas unidades escolares de atendimento para creche (0 a 3 anos) e pré-escola (4 e 5 anos).

Para o prefeito Sérgio Xavier, “essa é uma vitória para a população friburguense e uma mostra da seriedade de toda uma equipe”.

A expectativa é que, com as três obras em andamento, mais algumas iniciativas ainda em fase embrionária, o Município aumente ainda mais sua capacidade de atendimento aos nossos pequenos cidadãos.

Fonte: Secom Prefeitura

Nova Friburgo segue na etapa estadual dos Jogos dos Trabalhadores do SESI

Lucitex, NFP Automotive e Styllus Semi-Jóias continuam na disputa.

Quatro equipes de três empresas – Lucitex, NFP Automotive (Torrington) e Styllus Semi-Jóias - levam o nome de Nova Friburgo na disputa da etapa estadual dos Jogos dos Trabalhadores do SESI 2012. Esta iniciativa do Sistema FIRJAN é uma espécie de resgate dos Jogos dos Industriários e funciona com uma preparação para o Campeonato Brasileiro, que acontecerá ainda este ano.

No domingo, 23, em Nova Friburgo, foi disputada a final regional nas modalidades de Futsal e Futebol Society no Ginásio Frederico Sichel, em Conselheiro Paulino. Nos dois jogos, as empresas de Nova Friburgo foram vencedoras, goleando os adversários.

No Futsal, Styllus Semi-Jóias (Nova Friburgo) venceu o time das Carrocerias Morumbi (Campos) por 10 x 1. No Futebol de Campo, a NFP/Torrington (Nova Friburgo) venceu os Correios (Campos) por 6 x 0. Além do Futsal e Futebol de Campo, outras duas modalidades têm, na disputa, equipes de Nova Friburgo. Por ausência de competidores da modalidade na etapa regional, as equipes de Voleibol Feminino da Lucitex e do Voley Masculino da Styllus Semi-Jóias passaram direto para a fase estadual da competição.

Nos dias 21 e 22 de outubro em Resende-RJ, os classificados defenderão o título Estadual para sua empresa e também para a cidade.

Fonte: Marcia Savino
Sistema FIRJAN – Assessoria de Imprensa
Representação Regional do Centro-Norte Fluminense – Friburgo

Saúde Programa Estadual de Transplantes bate recorde e anuncia metas

Esther Medina

Dia Nacional de Doação de Órgãos foi comemorado na última quinta-feira

Em homenagem ao Dia Nacional de Doação de Órgãos, o Estado apresentou os avanços do Programa Estadual de Transplantes (PET) e anunciou as metas da segunda etapa, que deverão ser alcançadas até 2014. A previsão é criar o Serviço Estadual de Transplantes; Unidades de procura e preservação de órgãos; Ambulatório de avaliação e preparo de pacientes para transplantes, além de um Banco de Multitecidos, que hospedará ossos, córneas e pele. O Estado do Rio triplicou o número de doadores: antes de 2010, a média era de 5,1 doadores por milhão de habitantes. Ao final do primeiro semestre de 2012, o estado passou a contar com 14,4 doadores por milhão, suplantando a média nacional, de 11 doações por milhão de habitantes.

A captação de órgãos cresceu 45% em relação ao ano passado.

– O que a gente fez em seis anos é inimaginável. Vivíamos uma situação vexatória: o Rio era um dos lanternas no ranking nacional de captação e, hoje, estamos entre os três principais estados. Nos enche de orgulho e vamos continuar seguindo em frente para aperfeiçoar o projeto – disse o governador Sérgio Cabral.

Fonte: Secom Governo Estadual

Detran define medidas para aplicação da lei que parcela multas

Departamento de Trânsito está analisando todos os aspectos da medida

O Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro (Detran) está analisando todos os aspectos e requisitos da Lei Estadual 6.323, de 19 de setembro de 2012 - que prevê o parcelamento, em até 12 vezes, do pagamento das multas de trânsito - para elaborar a Portaria que assegurará o cumprimento do diploma legal.

Segundo o órgão, algumas das medidas necessárias ao atendimento da lei são de natureza complexa, como as que dizem respeito ao número e diversidade dos órgãos autuadores e à adequação de sistemas entre o Detran e o Bradesco. Por isso, há a necessidade de um planejamento cuidadoso e detalhado, como o que vem sendo desenvolvido, em conjunto, pelos técnicos do Departamento e da instituição bancária.

Definidas todas as questões no campo administrativo, o Detran divulgará no Diário Oficial, no seu site (www.detran.rj.gov.br) e na mídia, os termos da Portaria, colaborando, dessa forma, para que os objetivos da Lei 6.323 sejam plenamente realizados.

Fonte: Secom Detran

Novas datas do concurso da Câmara dos Deputados O Cespe/UnB, organizadora do certame, divulgou em seu site as novas datas do certame. Todas as fases serão em Brasília

O concurso público da Câmara dos Deputados tem novo calendário, após a suspensão da liminar que impedia a sua realização. Segundo a Câmara, as provas estão previstas para ocorrer no dia 14 de outubro, em Brasília, sob organização do Cespe/UnB . Os locais e horários de provas estarão disponíveis a partir desta quarta-feira (4). As modificações no certame podem ser consultadas no endereço www.cespe.unb.br/concursos/cd_12_at.

As provas, anteriormente marcadas para este domingo (30), foram canceladas em 18 de setembro a pedido do Ministério Público Federal (MPF). O órgão solicitava que os testes acontecessem em todas as capitais brasileiras e não somente em Brasília. O Tribunal Regional Federal da 1ª Região cassou a liminar no dia 24 de setembro, e a seleção foi retomada.

Cargos e vagas

O concurso oferta 138 vagas para nível superior e médio. Os cargos são de Técnico e Analista Legislativo, com atuação em diferentes áreas. Os salários são de R$ 7.438,62 e R$ 14.825,69, respectivamente.

Os candidatos com graduação podem concorrer na categoria de Analista Legislativo. As funções exercidas são: médico, museólogo, taquígrafo legislativo e técnica legislativa.

Já em técnico legislativo podem disputar aqueles têm ensino médio com formação em serviços paramédicos de radiologia ou gesso. As atribuições para esse cargo são: técnico em radiologia e técnico em gesso.

Processo Seletivo

No dia 14 de outubro, serão aplicadas as provas objetivas a todos os candidatos. No mesmo dia, os concorrentes a médico, museólogo e técnica legislativa farão uma prova discursiva. Já para os candidatos à taquígrafo legislativo haverá a prova prática de análise textual. No dia 2 de dezembro, serão realizados os testes práticos de apanhamento taquigráfico (taquígrafo legislativo) e as provas práticas para técnico em radiologia e técnico em gesso.

Mudança

O novo calendário foi divulgado na quarta-feira (26), após a suspensão da liminar pedida pelo Ministério Público Federal.

Remuneração

Os salários são de R$ 7.438,62 para nível médio e R$ 14.825,69 para nível superior.

138 vagas

Este é o numéro de oportunidas ofertadas no concurso

Avaliações

As provas escritas serão no dia 14 de outubro. Em 2 de dezembro serão as práticas
  Fonte: Jornal O Povo On Line

“Queremos deixar os bairros bem preparados em Nova Friburgo”

Desde o início do Governo Sérgio Xavier, Secretaria de Obras de Olaria, Cônego e Cascatinha já realizou mais de 700 serviços de obras

Quando o Prefeito Sérgio Xavier assumiu a prefeitura de Nova Friburgo, no dia 07 de novembro de 2011, deixou que Rafael Guimarães Rodrigues continuasse seu trabalho a frente da Secretaria de Olaria, Cônego e Cascatinha. Com muito empenho e determinação de toda a sua equipe, Rafael fez valer a confiança. Hoje, somando pequenas, médias e grandes obras, a secretaria já ultrapassa a marca de 700 intervenções nos bairros e o jovem secretário explica o motivo de tanto trabalho.

“Nós temos como maior preocupação preparar os bairros com relação à infra-estrutura, principalmente pelos exemplos que tivemos no período das chuvas. Queremos deixar os bairros que nós administramos bem preparados para enfrentar as próximas chuvas. Às vezes até priorizamos as obras em detrimento da limpeza, da capina, da varrição porque a gente entende que deixando os bairros mais preparados, a capina e a varrição depois conseguimos recuperar com o tempo, mas as obras não realizadas podem causar problemas grandes à população.”

Rafael Guimarães Rodrigues agradece ao prefeito, ao Secretário de Obras Clauber Domingues e ao Secretário do Escritório de Gerenciamento de Projetos, que estão sempre solícitos a atenderem suas reivindicações. O Prefeito Sergio Xavier reconhece o trabalho da secretaria e importância de preparar os bairros para possíveis chuvas.

“A Secretaria de Olaria, Cônego e Cascatinha tem o perfil de realizar obras, por isso, hoje os bairros estão bem preparados, não há nenhuma galeria para ser construída no momento, todas as galerias que existem estão recuperadas, os bueiros estão todos sendo desobstruídos. São bairros muito populosos e que merecem muita atenção do poder público, e nós estamos buscando fazer tudo o que podemos para deixar toda a cidade preparada.”

Confira a lista de obras que estão sendo realizadas nesse momento e as que estão por vir para melhorar ainda mais os bairros atendidos pela secretaria:

Quem quiser pode acompanhar o trabalho realizado pela Secretaria de Olaria, Cônego e Cascatinha pelo facebook, através do endereço: www.facebook.com/groups/prestacaodecontasolaria/

Vale dos Pinheiros

Recapeamento de Vias

As ruas contempladas pelo recapeamento asfaltico no Vale dos Pinheiros e Parque São Clemente são: Rua Maria José Dutra de Castro, Rua Argentina, Rua Canadá, Rua Eça de Queiroz, Rua Pasteur, parte da Rua Thomás Edson, Alameda Princesa Isabel, início da Rua Marques de Barbacena, Alameda Domingos Miranda, Alameda Conde D’eu, Rua João Batista Saldanha, Barão de Serro Largo e Rua Garibaldi.

Cônego

No final da Via Expressa, Avenida José Pires Barroso, estão sendo colocados 10 guarda-corpos, pois a população estava desprotegida e poderia vir a cair de uma altura de cerca de 5m, além do reparo de 50m² de calçamento na saída para Rua Romão Aguilera Campos. “É um trecho longo, cerca de 30m que estava sem qualquer tipo de proteção para os pedestres que transitam pelo local há alguns anos, por isso colocamos esses guarda-corpos ao longo da ponte”, revelou Rafael Rodrigues.

Pista de Skate – Praça Sant’anna.

“Essa era uma pista de skate em que a prática do esporte estava inviabilizada, tinha rachaduras, os skatistas caiam, se machucavam e a pista já estava causando mais riscos do que a própria prática do esporte. Reconstruímos a pista existente aqui, construímos uma rampa nova, alisamos todo o piso para eles poderem praticar. A obra foi realizada em parceria com a Secretaria de Obras e com a Secretaria de Esportes e da iniciativa privada que doou o material”, disse o secretário.

Redes Pluviais

Construção de 80m de redes pluviais na Rua Marechal Rondon, com três caixas de passagem e três bueiros.

“Era um problema que afetava a população do local há mais de 20 anos, com as chuvas fortes, a água entrava nas casas e nos comércios. Essa obra solucionou o problema”, ressaltou Rafael.

Foram instaladas também duas caixas de capitação na Rua Leontina Rentes da Silveira, para diminuir os alagamentos que ocorriam durante as chuvas, assim, beneficiando os moradores.

Calçada

“Na Rua Marechal Rondon também foi refeita uma calçada de 100m, pois as pessoas não podiam transitar pelo local devido às péssimas condições. Por isso nós usamos sete caminhões de saibro – que não cria lama com as chuvas – e passamos o rolo compactador. Com isso as pessoas não precisam se arriscar passando no meio da rua, hoje podem andar seguramente pela nova calçada.”

Calçamento

“Na ligação da Rua Dom João VI com a Rua Venceslau Brás, nós reparamos 38m de calçamento que não estavam com a qualidade que a população merecia. Uma obra pequena na qual recebemos muitos elogios.”

Muro de Contenção – PAC 1

Em convênio com o PAC 1 (Programa de Aceleração do Crescimento), está sendo construído o muro de contenção às margens do Rio Cônego, na altura da AFAPE. São 110m de muro, orçado em R$ 1,5 milhão, com término previsto para novembro.

Praça PAC

Com projeto do Ministério da Cultura e em convênio com o PAC 2, será criando um complexo esportivo-cultural ao lado do CIEP de Olaria. A obra conterá praças esportivas e centros culturais. De acordo com Rafael Rodrigues, a obra terá prazo de seis meses para sua conclusão após iniciada.

Vargem Grande – Cônego

Muro de Contenção

“Estamos concluindo o muro de contenção na Rua Aurora da Silveira com fluência com a Rua Tupiniquins, então, a Rua Tupiniquins já está estabilizada, agora vamos terminar de aterrar a última parte e colocar guarda-corpos, depois recolocar os meio fios e paralelos”, falou o secretário.

“Na construção desse muro, que tem 35m de extensão por 7m de altura, gostaria de agradecer ao Prefeito Sérgio Xavier e ao Secretário de Obras, Clauber Domingues, responsáveis por toda logística e suporte, nós só precisamos por os funcionários para trabalhar. Agora que o muro está pronto, só falta aterrar e recompor o meio fio, a calçada, os paralelos e os guarda-corpos. Porém, o mais importante, que era o muro, já está concretizado”, agradeceu Rafael.

Esse muro seria feito a partir de um convênio com o Ministério das Cidades, mas como o contrato com a empresa foi rescindido, a prefeitura assumiu a obra, conseguindo assim economizar R$ 300 mil.

“Agora estamos pleiteando junto ao Ministério das Cidades que esses R$ 300mil do convênio sejam investidos em outro muro de contenção entre as Ruas Gustavo Lira e Espírito Santo, porém, não é uma promessa, é uma tentativa nossa para recuperar o dinheiro desse convênio que a gente acabou não utilizando”, planejou o secretário de Olaria.

Redes Pluviais

Foi iniciada a construção de 30m de redes pluviais para melhorar o escoamento na Rua Aurora da Silveira, sendo 30m de galerias e duas caixas de passagem.

“Quando chovia a água que descia do morro do outro lado da rua entrava nas casas da parte baixa, causando danos aos moradores.”

Olaria

Reparos

Está sendo concluído também 100m de reparos no meio fio na Rua Jardel Hottz, no Parque São Clemente, rua do campo do Friburguense.

Posto Tuney Kassuga

“Nos últimos dias começamos a recuperar três salas do Posto Tuney Kassuga, a pedido da chefe do posto, Lucilia Galvão. Temos dois funcionários trabalhando lá, recolocando o piso, colocando azulejos e trocando portas.”

Bela Vista

Reparos

Recapeamento na Rua Gustavo Lira com a Rua Minas Gerais.

Alto de Olaria

Reparos

“No Alto de Olaria nós estamos fazendo reparos em 82m² de calçamento na Rua Afonso Mario de Azevedo e na Odenir Pinheiro, que dá acesso ao Loteamento Nosso Sonho. Além de 12m de redes pluviais.”

Muro de Contenção

Em convênio com o PAC 2, será erguido um muro de impacto, que visa proteger os moradores das Ruas Uruguaiana, Purus e Francisco Nicolau. Segundo Rafael Guimarães Rodrigues, o muro irá proteger a população de possíveis pedras que possam rolar e atingir as casas. A obra está orçada em R$ 2,5 milhões e tem prazo de seis meses para conclusão após seu inicio.

Reconstrução

Em projeto do Ministério de Turismo, está sendo realizada a Reconstrução da Praça Rio de Janeiro, no valor de R$ 300mil. Estão sendo construídos um campo de saibro batido, com tela e refletor, playground multiuso, aparelhos para ginástica - normais e para terceira idade - e bancos.

Fonte: Ascom Prefeitura

Tropas federais vão garantir segurança no dia da eleição

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), Luiz Zveiter, definiu a presença de tropas federais em áreas dominadas pelo tráfico ou por milícias na cidade do Rio. Os municípios de Magé, São Gonçalo, Itaboraí, Rio das Ostras, Cabo Frio, Campos dos Goytacazes e Macaé só receberão as tropas federais no próximo domingo, dia da eleição, das 8h às 18h.

Cerca de 500 homens do Exército estão, das 8h às 18h, patrulhando a zona oeste, com ênfase no bairro da Gardênia Azul, em Jacarepaguá, e na Favela do Muquiço, em Deodoro. No Complexo da Maré, na zona norte, haverá a presença dos Fuzileiros Navais, mas o contingente ainda não foi divulgado.

A medida foi aprovada, na quinta-feira, pelo plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e, nesta sexta, Zveiter se reuniu com representantes do Exército, da Marinha, das polícias Civil, Militar, Federal e Rodoviária Federal, além do Corpo de Bombeiros para concluir o planejamento.

O presidente do TRE justificou a necessidade da presença antecipada das forças federais no estado do Rio para não ter que deslocar os policiais militares que já atuam intensivamente nas Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). Inicialmente, Zveiter queria a presença em tempo integral, durante 24 horas, das forças federais. Segundo ele, criminosos poderiam aproveitar a saída dos homens do Exército ou da Marinha para pressionar a população das comunidades.

Fonte: O São Gonçalo On Line

Lançamento da 4ª Feira de Desenvolvimento Sustentável da ABCP em Cantagalo


Foi lançada a 4ª Feira de Desenvolvimento Sustentável, da região Centro Norte Fluminense, no último dia 27 de setembro, no Aldeia Hotel Fazenda, em Cantagalo, realizada pela Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP), em parceria com as prefeituras de Cantagalo, Cordeiro e Macuco, junto às suas Secretarias de Educação, além das industrias cimenteiras Holcim, Lafarge e Votorantim. Essa Feira promoverá o "4º Concurso Escolar sobre Desenvolvimento Sustentável", e poderão participar alunos dos três municípios, desde a educação infantil ao ensino fundamental I e II de escolas públicas e particulares, que desenvolverem trabalhos sobre o tema "Como Tornar Minha Cidade Sustentável".

O diretor da ABCP, Mário William, em seu discurso de abertura, falou sobre a importância do tema "sustentabilidade". Segundo ele, 50% das viagens são realizadas a pé e essas pessoas não têm acessibilidade. Os jovens precisam aprender a desenvolver cidades sustentáveis e menos desiguais. Para ele, a pobreza é uma fonte de degradação e deve ser reduzida, além disso, o desenvolvimento sustentável deve atender a todos sem comprometer o futuro e garantir os recursos naturais às futuras gerações, respeitando também a biosfera.

Estiveram presentes ao evento, que teve seu auditório lotado, os prefeitos de Cantagalo, Joaquim Augusto Carvalho de Paula, o prefeito de Cordeiro, Silvinho Daflon, além dos representantes das indústrias cimenteiras Paulo Henrique Ferreira, da Votorantim, Alexandre Rossi, da Holcim, e Marcelo Miranda, da Lafarge. Todos falaram sobre a importância da Feira que ajudou a unir os três municípios e que esse é um movimento que incentiva as crianças a terem uma maior preocupação com o futuro, pois estão sendo desde já orientadas a terem uma visão mais holística do mundo com sustentabilidade.

Os ganhadores do concurso receberão bicicletas, PlayStation Portable, Smartphones e Tablets e os professores orientadores também receberão Tablets.

Fonte: Aj Consultoria e Comunicação

domingo, 30 de setembro de 2012

Colégio Anchieta abre nesta segunda o Projeto de Artes

O cenário já está montado, na entrada principal do Colégio Anchieta. O programa oficialmente definido esperando chegar as poucas horas que restam para a abertura do Projeto Artes 2012 que terá, degustação, dança, musica, hip hop, palestras e a exposição Magia Negra. Tudo cuidadosamente preparado pela professora Jane Ayrão (assessoria Comunitária da Reitoria) e a professora Jeany Amorim (coordenadora do projeto).

Preparado durante meses o evento reúne alunos e professores do setor de artes do Colégio. Serão grandes momentos de magia, tendo como artistas principais os alunos do 5° ao 9° ano do Ensino Médio.

A programação definida terá as seguintes atividades:

01 de outubro – segunda-feira

18h: Abertura da exposição do artista plástico friburguense Francisco do Couto e coletiva dos alunos do 5° ao 9° ano

18h30: espaço expositivo - Latada de Roda com o Grupo Nostalgia

Mesa de degustação

02 de outubro – terça-feira

16h: Sala Morumbi - Na vidraça do tempo um novo olhar

Preletor: Marcos Antonio Pinheiro (6° ano)

17h: espaço expositivo - Entrega de medalhas ao elenco da Peça Odeon

03 de outubro – quarta-feira

Sala Santo Inácio – A arte de conviver com as culturas

Preletor: Luiz Alberto Boing (Lula

10h30: 1° ano do Ensino Médio

13h: 5° ano

04 de outubro – quinta-feira

09h30: Sala de Vídeo - Na vidraça do tempo – Um Novo Olhar

Preletor: Marcos Antonio Pinheiro (alunos do 9° ano do Ensino Médio)

16h: Espaço expositivo - Apresentação de dança de rua com o Campeão Estadual Chicão (5/ e 6° anos)

05 de outubro – sexta-feira –

Sala de vídeo

Hip Hop com o grupo friburguense Flowzen

09h: 2° ano do Ensino Médio

10h° 9° ano

Espaço expositivo

18h: Apresentação musical com o trio Os Topetes

18h30: Teatro - Embalando a bala Busi (Iniciação TACA)

Fonte: Jornalista José Duarte

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Classificados de concurso de Rio das Ostras, RJ, fazem manifestação

Os manifestantes alegam demora da Justiça na solução do caso.

Argumentam que nem todas as provas estariam irregulares.

Carolina Burgos

do G1 Norte Fluminense

Cerca de 30 pessoas que prestaram o último concurso para a Prefeitura de Rio das Ostras, no Estado do Rio, realizaram um protesto nesta sexta-feira (21) na Praça Central da cidade. Os manifestantes, com faixas e cartazes, pediam agilidade na resposta do Ministério Público em relação ao caso. O concurso está suspenso desde que foram denunciadas irregularidades na aplicação e com a organizadora. Os participantes conseguiram agendar para a próxima quarta (26), uma reunião com a Procuradoria, na cidade de Macaé.

“Não concordamos com a suspensão. As pessoas que participaram, principalmente as que foram classificadas, ficam psicologicamente abaladas com essa falta de resposta”, afirmou Sérgio Hermenegildo. Ele foi o primeiro colocado para o cargo de analista de banco de dados, segundo a primeira lista divulgada pela organizadora do concurso, antes deste ter sido suspenso.

Segundo os candidatos, nem todas as provas teriam apresentado problemas. Por isso, para eles, o concurso deveria prosseguir. Ainda entre as reclamações do grupo está a demora do Ministério Público em prosseguir ou não com a liminar. “Eles teriam o prazo de 30 dias, mas já passaram 90”, completou Sérgio.

Da manifestação participaram pessoas que prestaram a prova para diversos cargos, como arquiteto, professor e guarda municipal. Um dos integrantes, Gerônimo Lima, contou ter se mudado para a cidade de Rio das Ostras por conta do concurso. “Eu morava na Baixada e um dos motivos de eu ter vindo para a cidade foi justamente o fato de ter passado. E depois a gente descobre que tudo foi cancelado. Além de mim tem pessoas que vieram de vários estados, gastaram passagem, hospedagem e tudo isso para nada”, argumentou. Gerônimo prestou prova para o cargo de técnico administrativo.

A divulgação do protesto foi realizada através de um grupo na rede social Facebook. Cerca de 100 pessoas de vários locais do país se comunicam por essa ferramenta, em busca de respostas.

“Nosso objetivo era deixar a população ciente do que está aconcendo. Inclusive, chegar a mais pessoas que estão passando pelo mesmo caso e que não sabem da nossa organização. Só hoje encontramos na rua mais três. Estamos satisfeitos com o resultado e esperamos uma resposta positiva na próxima quarta”, disse Sérgio.

Fonte: G1 - InterTv

Criciúma acerta com o zagueiro Dalton, do Internacional

Dalton ficará no Tigre por empréstimo até o final da temporada

SIDNEI BATISTA

Dalton carrega passagens pelas categorias de base da seleção brasileira

O Criciúma confirmou mais um reforço para a Série B. Trata-se do zagueiro Dalton, de 22 anos, que pertence ao Internacional e foi emprestado até o final da temporada para o Tigre.

Natural de Rio das Ostras, no Rio de Janeiro, Dalton tem um currículo que faz inveja em muitos jogadores. Apesar da pouca idade, já atuou por diversas oportunidades nas categorias de base da seleção brasileira.

Revelado nas categorias de base do Fluminense, atuou também pelo Atlético Paranaense na sua carreira. O Criciúma não terá nenhum custo com o jogador, pois o seu salário vai ser pago integralmente pelo Internacional.

Apesar da chegada do zagueiro Dalton e do volante França, o Criciúma liberou o zagueiro Rogério, que não vinha sendo aproveitado e acertou com o Paraná.
  Fonte: FutebolSC.Com

Justiça Eleitoral aperta o cerco contra candidatos em Nova Friburgo

Mil placas irregulares foram retiradas das calçadas.

A multa para os candidatos pode chegar a R$ 8.000 mil.

Do G1 Região Serrana

Comente agora Justiça Eleitoral apertou o cerco contra candidatos que colocam placas em local proibido. Em Nova Friburgo, quase mil placas foram retiradas das calçadas. Uma portaria baixada em agosto, pelo juiz Gustavo Henrique do Nascimento Silva, da 26ª Zona Eleitoral da cidade estipulou regras e intensificou a fiscalização. As placas apreendidas só serão devolvidas aos candidatos após as eleições.

Segundo o Cartório Eleitoral de Nova Friburgo, houve uma redução de 60% no trabalho de recolhimento das placas, após a regulamentação. Mesmo assim, o material que é colocado na calçada tem sido motivo de reclamação entre os pedestres. Na portaria, foram estipulados apenas oito pontos da cidade em que os candidatos podem colocar propaganda nas vias públicas.

O candidato que insistir em deixar as placas fora dos locais permitidos, pode pagar multa que varia de R$ 2.000 a 8.000 mil.

Fonte: G1 - InterTv

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Justiça condena ex-prefeita de Friburgo por improbidade administrativa

Rio - A 2ª Vara Cível da Comarca de Nova Friburgo condenou a ex-prefeita da cidade, Maria da Saudade Medeiros Braga e o ex-diretor da Autarquia Municipal de Ensino Superior (AMES), Laercio Stutz Pereira. Os dois foram alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público. Doutora Saudade, como é conhecida, é candidata à prefeitura do município que fica na Região Serrana.

De acordo com a sentença da juíza Ana Paula Pontes Cardoso, foi "declarada inconstitucional a Lei Municipal n 3140/01 a qual autorizava o Poder Executivo Municipal a contratar, por prazo determinado, pessoal para suprir as necessidades emergenciais dos diversos órgõas da administração direta e indireta. Tendo havido descumprimento daquela decisão, foi instaurado inquérito civil, visando a apurar o descumprimento da decisão no âmbito da Autarquia Municipal de Ensino Superior(AMES), da qual o segundo réu era diretor. Constatou-se, no curso das investigações, que muitas das pessoas contratadas com base na lei declarada inconstitucional continuaram no exercício dos respectivos cargos ou empregos mesmo após a comunicação ao primeiro réu".

Maria da Saudade foi condenada a ressarcir integralmente o dano causado, "corrigido com juros e correção monetária desde cada pagamento efetuado após a declaração de inconstitucionalidade da Lei 3140/01, nos termos do art. 12 da Lei de Improbidade Administrativa". Segundo a juíza, Saudade terá que "restituir à Fazenda Publica Municipal, os valores indevidamente pagos aos servidores (...) e cujo montante deverá ser apurado em liquidação de sentença".

Já Laercio deverá "ressarcir integralmente o dano causado, corrigido com juros e correção monetária desde cada pagamento efetuado após a declaração de inconstitucionalidade da Lei 3140/01 (...), restituindo à Fazenda Publica Municipal, os valores indevidamente pagos aos servidores contratados (...), e cujo montante deverá ser apurado em liquidação de sentença".

Fonte: O Dia On Line   Nota do Editor: Como as coisas são lentas neste país. Só agora ??? E agora ??? O que será feito ??? Vai esperar o eleitor ir às urnas ??? Ou tudo isso é balela ??? Mentira ??? Hein ???

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Inea revitaliza superintendência na Região Serrana

Novas instalações reforçam atuação do instituto em Nova Friburgo

A presidente e a vice-presidente do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Marilene Ramos e Denise Rambaldi, inauguram na segunda-feira (10/9), às 10h, a nova sede da Superintendência Rio Dois Rios, em Nova Friburgo. As novas instalações ampliam e reforçam a atuação do órgão ambiental na Região Serrana.

Segundo Marilene Ramos, a modernização do sistema objetiva, sobretudo, a repressão às infrações ambientais, a agilidade no licenciamento e regularização de atividades comerciais e industriais de baixo impacto. A nova representação tem com meta também a regularização fundiária de modo a minimizar possíveis impactos da expansão urbana devido à ocupação de Áreas de Preservação Permanente, como margens de rios, onde o risco ambiental é inevitável.

- A desocupação das faixas marginais de proteção e as obras de recuperação dos leitos dos rios que o Inea vem realizando em toda a Região Serrana devem mitigar os efeitos de fenômenos climáticos como o ocorrido em janeiro de 2011. A nova sede propicia as condições de fiscalização e manutenção das intervenções, uma vez que amplia a presença do Inea como autoridade, reduzindo a pressão sobre o meio ambiente - afirmou a presidente.

Fonte: Secom Governo Estadual

Rio das Ostras inicia obras de urbanização

Investimento nas pistas paralelas à Avenida Amaral Peixoto deve aquecer o comércio e desafogar o trânsito em parte da rodovia, esclarece a prefeitura

Rio - A obras em Rio das Ostras estão aceleradas, garante a prefeitura. Depois de uma série de investimentos em infraestrutura de ruas de diversas localidades, o Executivo municipal iniciou mais uma grande obra aguardada pela população: a urbanização das pistas paralelas à Avenida Amaral Peixoto, com previsão de término em dezembro.

A Secretaria de Urbanismo e Obras começou a urbanização das vias vicinais, iniciando a obra a partir da entrada da Estrada Califórnia, seguindo até a localidade Âncora. O investimento prevê drenagem, instalação de rede de água e esgoto, iluminação, sinalização viária e paisagismo. E ainda: ciclovia e estacionamento.

Fonte: O Dia On Line

PRF lança concurso com 71 vagas para níveis médio e superior

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) abriu nesta sexta-feira (14/9) novo concurso público com 71 oportunidades. Poderão concorrer pessoas com níveis médio e superior de formação. Os salários vão de R$ 2.364,47 a R$ 2.671,22 para jornada de trabalho com 40 horas semanais.

Os cargos oferecidos serão de técnico de assuntos educacionais, com três chances; técnico de nível superior, com apenas uma vaga; e agente administrativo, único cargo que exige nível intermediário, que oferta 67 chances imediatas.

As inscrições estarão abertas a partir das 10h do dia 20 de setembro e terminam em 10 de outubro. Quem quiser participar deve se cadastrar no site do Cespe/UnB e pagar taxa de R$ 55 para nível médio e R$ 65 para superior.

O certame está divido em duas etapas. A primeira será aplicada no dia 18 de novembro por meio de provas de conhecimentos básicos e específicos, com 50 e 70 questões respectivamente. Já a segunda etapa consiste em investigação social e/ou funcional.

O edital de abertura foi publicado na página 114, da terceira seção do Diário Oficial da União.