quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Guerra cambial é a terceira maior preocupação de empresários, diz CNI

BRASÍLIA - A "guerra cambial" passou a ser a terceira maior preocupação das grandes indústrias, depois da elevada carga tributária e da competição acirrada, segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI).

De acordo com o economista da CNI, Renato da Fonseca, o problema da valorização do câmbio no país, que reduz a competitividade de exportações brasileiras, subiu de importância, saindo de 28% no segundo para 32,3% no terceiro trimestre deste ano.

"O câmbio é um problema concreto para as grandes empresas, porque são as responsáveis pelas vendas externas. A valorização do real frente ao dólar e a demanda externa fraca acirram a preocupação", comentou o economista.

A questão cambial ganha até das dificuldades que as empresas estão enfrentando para encontrar trabalhadores qualificados, que na lista das grandes empresas tem 21,4% e fica em quarto lugar.

O principal problema são os impostos elevados (58,2%) e a competição acirrada em segundo (41,85%) para os grandes empresários. Os dados são da Sondagem Industrial de setembro, divulgada hoje pela CNI.

(Azelma Rodrigues - Valor)

Fonte: O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente livremente, mas sem abusar do critério da livre escolha de palavras. Assuntos pessoais poderão ser excluídos. Mantenha-se analítico e detenha-se ao aspecto profissional do assunto em pauta.